Venda para americanos será garantia para Usina no Estado

10-10-2017

O secretário chefe da Casa Civil do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, Fábio Branco, e o coordenador do Movimento Aliança Rio Grande e presidente da Câmara de Comércio da Cidade do Rio Grande, Antônio Carlos Bacchieri Duarte estiveram em diversas agendas em Brasília. Eles foram recebidos primeiramente pelo Ministro Chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, e por ele, posteriormente encaminhados para a Agência Nacional de Energia Elétrica e Ministério de Minas e Energia. A venda do projeto da Usina Termoelétrica de Rio Grande mostrou-se como essencial para a manutenção da obra no Estado.

“Saímos das reuniões com expectativas muito positivas e com o direcionamento de que a venda da UTE Rio Grande para o grupo norte americano é essencial para a garantia do projeto na cidade”, afirma o coordenador do Aliança, Antônio Carlos Bacchieri Duarte. Na Aneel, eles foram recebidos por técnicos da Agência que explicaram que as garantias financeiras, técnicas e operacionais dos proprietários do projeto são garantias suficientes para que o órgão mantenha a autorização para a continuidade do empreendimento. Segundo informações colhidas junto à Bolognesi, o grupo já possui as documentações necessárias para essa comprovação. O secretário de Minas e Energia do Rio Grande do Sul, Artur Lemos Júnior, o prefeito de Rio Grande, Alexandre Lindenmeyer e comitiva também participaram de reuniões na Aneel.

No Ministério de Minas e Energia, Branco e Bacchieri foram recebidos pelo secretário-executivo da pasta, Paulo Pedrosa, que explicou sobre a necessidade do acréscimo de energia no sistema nacional para assim, garantir o desenvolvimento da indústria e da sociedade brasileira. Por fim, o Ministro Chefe da Casa Civil Eliseu Padilha garantiu seu compromisso com a metade sul e reafirmou que há a necessidade de cumprir com as questões técnicas e caso sejam sanadas, o projeto prossegue no Estado.


André Zenobini – Assessoria Imprensa Câmara de Comércio RG