Empresa de produção de flandres prevê investimento de R$ 320 milhões no Município

27/04/2016

Será assinado na manhã desta quarta (27), o protocolo de intenções, que prevê a instalação de uma indústria de produção de folhas de flandres em Rio Grande. Assinam o documento o vice-governador José Paulo Cairoli, o secretário do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (Sdect), Fábio Branco, e o diretor-presidente da Nenzo Industrial, Darci Giovanella. O ato será realizado, às 11h, no Palácio Piratini. Conforme informações do Governo do Estado, esta será a segunda fábrica de folhas de flandre do Brasil, a qual produzirá 150 mil toneladas ao ano, com matéria-prima importada da Coreia do Sul. A previsão é que a empresa comece a operar em abril de 2018.O investimento para instalação da nova unidade industrial será de R$ 320 milhões e deve gerar 70 empregos diretos. Ainda, segundo informações do Governo do Estado, o empreendimento viabilizará preços competitivos para a matéria-prima utilizada na fabricação de embalagens metálicas, principalmente, na indústria alimentícia.Folha de flandres Conforme o Centro de Informação Metal Mecânico (Cimm), a folha de flandres é uma liga metálica de folha de ferro-estanhado, obtida ao mergulhar uma lâmina de ferro (isenta de ferrugem) em estanho fundido, o que a deixa revestida pela camada protetora de estanho. Esta camada aumenta a resistência à corrosão e possibilita a utilização desta liga na fabricação de latas, para acondicionamento de certos alimentos e de óleos, além de utensílios domésticos e industriais.(Jornal Agora)