Câmara de Comércio participa de reunião do Conselho de Autoridade Portuária

26-09-2017

O presidente da Câmara de Comércio da Cidade do Rio Grande Antônio Carlos Bacchieri Duarte participou da reunião mensal do Conselho de Autoridade Portuária do Porto do Rio Grande, nesta terça-feira, 26. A entidade faz parte do bloco da classe empresarial e o grupo possui representantes do poder público, classe empresarial e dos trabalhadores. Foram duas temáticas que envolveram o encontro: dragagem de manutenção e passagem de nível do trem na BR-392.

O encontro recebeu a participação de integrantes da empresa RUMO ALL que explicou sobre as manobras realizadas no local, as paradas obrigatórias feitas em cima da rodovia para subida e descida de funcionários e também sobre melhorias que estão sendo realizadas. “A sociedade não aguenta mais ficar muitos minutos parada em cima da rodovia esperando as intermináveis manobras do trem. Casos de saúde e de segurança podem ser imensamente prejudicados nessas paradas”, afirma o presidente Bacchieri. Os representantes da empresa assumiram o compromisso de seguir buscando a agilidade na operação e também reduzir as manobras nos momentos de pico da rodovia.

O segundo assunto tratado foi a dragagem de manutenção do canal de acesso ao Porto do Rio Grande. “Com informações repassadas, ficamos muito mais preocupados com a situação do Porto e com a iminente redução de calado que será um fato extremamente negativo para a cidade e para o complexo. São postos de trabalho que podem se fechar e perda de contratos e de cargas para outros portos brasileiros. A sociedade como um todo precisa estar ciente dos fatos e cobrar das autoridades competentes que a dragagem seja realizada em conformidade com o meio ambiente para permitir o funcionamento do porto em condições para as próximas safras. É o desenvolvimento do Rio Grande do Sul em jogo”, conclui Bacchieri. A Câmara de Comércio busca a dragagem completa do Porto com todas as etapas propostas no projeto como a bacia de evolução em frente ao Tecon e recortes essenciais para o bom andamento do complexo visto as novas e maiores embarcações do circuito comercial.

André Zenobini