Câmara de Comércio recebe deputado Alceu Moreira

23-07-2019

A Câmara de Comércio da Cidade do Rio Grande recebeu nesta terça-feira, 23, o deputado federal Alceu Moreira (MDB-RS). Ele foi recebido pela diretoria da entidade, associados, convidados e imprensa. Ele estava acompanhado do deputado estadual Fábio Branco. O encontro debateu diversos temas como pesca, dragagem, infraestrutura e outros temas.
O deputado Alceu Moreira iniciou sua fala com a importância do debate regional sobre diversas pautas. Entre elas, iniciou falando sobre a pesca e a necessidade de reavaliação de diversos tipos de regulamentação que estão travando o desenvolvimento do setor. Logo em seguida, falou sobre a importância da produção de cebola em São José do Norte.
O deputado federal ainda falou sobre a pró-atividade do ministro de Infraestrutura, Tarcísio Freitas em resolver os problemas do setor e que fará o esforço para trazer o ministro de Estado em Rio Grande para abordar temas como a duplicação do lote 4 da BR-392, provavelmente, aproveitando a vinda do Ministro para inauguração dos primeiros trechos da BR-116.
Alceu Moreira falou sobre a importância de comunicar fatos verdadeiros sobre o Brasil para o mercado internacional. “Vamos reunir comunicadores, cientistas para desvendar o que é fato e o que é fake. Vendemos carne para 172 países e dizem que vendemos veneno”, afirmou ele. Ainda, afirmou que é necessário que a Santa Casa do Rio Grande seja tratada como prioridade tendo em vista sua importância regional e que seja gerida de forma eficiente para que não precise depender sempre de socorro.
Por fim, o deputado ainda afirmou que é necessário conectividade para melhorar a vida dos brasileiros. Segundo ele, internet é essencial para precisão de dados. “É necessário ter clareza nessas plataformas porque se não um sistema não conversa com outro. O Correio é o que fará essa conectividade chegar aos lugares mais longínquos do Brasil”. Ainda, ressaltou a importância da reforma da previdência e principalmente, da reforma tributária que deve ser feita. “O que me agrada no texto que está se propondo é que fique o imposto no destino”, conclui.Câmara de Comércio recebe deputado Alceu Moreira
A Câmara de Comércio da Cidade do Rio Grande recebeu nesta terça-feira, 23, o deputado federal Alceu Moreira (MDB-RS). Ele foi recebido pela diretoria da entidade, associados, convidados e imprensa. Ele estava acompanhado do deputado estadual Fábio Branco. O encontro debateu diversos temas como pesca, dragagem, infraestrutura e outros temas.
O deputado Alceu Moreira iniciou sua fala com a importância do debate regional sobre diversas pautas. Entre elas, iniciou falando sobre a pesca e a necessidade de reavaliação de diversos tipos de regulamentação que estão travando o desenvolvimento do setor. Logo em seguida, falou sobre a importância da produção de cebola em São José do Norte.
O deputado federal ainda falou sobre a pró-atividade do ministro de Infraestrutura, Tarcísio Freitas em resolver os problemas do setor e que fará o esforço para trazer o ministro de Estado em Rio Grande para abordar temas como a duplicação do lote 4 da BR-392, provavelmente, aproveitando a vinda do Ministro para inauguração dos primeiros trechos da BR-116.
Alceu Moreira falou sobre a importância de comunicar fatos verdadeiros sobre o Brasil para o mercado internacional. “Vamos reunir comunicadores, cientistas para desvendar o que é fato e o que é fake. Vendemos carne para 172 países e dizem que vendemos veneno”, afirmou ele. Ainda, afirmou que é necessário que a Santa Casa do Rio Grande seja tratada como prioridade tendo em vista sua importância regional e que seja gerida de forma eficiente para que não precise depender sempre de socorro.
Por fim, o deputado ainda afirmou que é necessário conectividade para melhorar a vida dos brasileiros. Segundo ele, internet é essencial para precisão de dados. “É necessário ter clareza nessas plataformas porque se não um sistema não conversa com outro. O Correio é o que fará essa conectividade chegar aos lugares mais longínquos do Brasil”. Ainda, ressaltou a importância da reforma da previdência e principalmente, da reforma tributária que deve ser feita. “O que me agrada no texto que está se propondo é que fique o imposto no destino”, conclui.

Jornalista André Zenobini - AZ Comunicação