Câmara de Comércio recebe audiência pública sobre o Porto do Rio Grande

24-09-2019

A Câmara de Comércio da Cidade do Rio Grande sediou a audiência pública, no dia 23 de setembro, proposta pelo deputado federal Afonso Hamm junto à Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados. O evento reuniu autoridades do setor portuário, incluindo, o Secretário Nacional de Portos, Diogo Piloni. Entre os principais assuntos anunciados, a devolução da autonomia do Porto do Rio Grande para celebração de contratos de arrendamento de áreas.
A mesa principal do debate, além de Hamm e Piloni, foi composta pelo presidente da Câmara de Comércio, Antônio Carlos Bacchieri Duarte; gerente de Regulação Portuária da Antaq, Dax Rosler Andrade; superintendente dos Portos do Rio Grande do Sul, Fernando Estima; presidente da Frente Parlamentar de Portos, Hidrovias e Polo Naval da Assembleia Legislativa, deputado Fábio Branco e; prefeito de Rio Grande, Alexandre Lindenmeyer.
O presidente da Câmara de Comércio, Antônio Carlos Bacchieri Duarte, salientou a importância de debater as potencialidades do complexo portuário, principalmente, no que tange uma manutenção constante do canal de acesso. Já o superintendente dos Portos, Fernando Estima, apresentou a importância de alinhar as pautas federais que são as que necessitam de maior união como a renovação da delegação dos portos ao Estado, o novo modelo de gestão portuária e as parcerias público privadas que podem ser realizadas para ampliar a capacidade competitiva do Rio Grande do Sul. O prefeito de Rio Grande, Alexandre Lindenmeyer, falou sobre a importância do porto para a economia local e também as potencialidades do Distrito Industrial.
O representante da Antaq, Dex Andrade, ressaltou a importância do segmento e ampliação da capacidade de cabotagem no Brasil. Ressaltou que a agência será parceira daqueles projetos que forem ampliar a competitividade dos complexos portuários nacionais. O deputado Fábio Branco ressaltou as diversas frentes de atuação que vem trabalhando para qualificar a logística gaúcha, entre elas, a necessidade de revisão dos contratos de pedágio da metade sul que penalizam o porto pelos altos valores cobrados nas praças pedagiadas.
Vindo de Brasília para participar da audiência, o Secretário Nacional de Portos, Diogo Piloni, destacou a importância da modernização da gestão portuária que está sendo trabalhada pela equipe da Superintendência. Segundo ele, com essa modernização o os portos gaúchos poderão pleitear a autonomia para celebração de contratos, o que dará muito mais possibilidades para a abertura de novos terminais portuários especializados. O deputado federal, Afonso Hamm, proponente do encontro, destacou a importância da defesa do Porto do Rio Grande haja vista sua essencialidade para o desenvolvimento do Rio Grande do Sul. Ao ouvir todos os presentes, colocou-se a disposição para auxiliar no trabalho de defesa junto aos órgãos federais que serão essenciais para garantir não somente a renovação da delegação portuária como também para a modernização do sistema logístico gaúcho.


Jornalista André Zenobini - AZ Comunicação