Eleitas entidades para composição do Conselho Gestor da APA da Lagoa Verde

25/08/2016

A Secretaria de Município do Meio Ambiente (SMMA) tornou público os nomes das entidades eleitas para a formação do Conselho Gestor da Área de Preservação Ambiental (APA) da Lagoa Verde. A votação aconteceu através de audiência pública realizada na EMEI Débora Thomé Sayão, localizada no bairro Bolaxa.As entidades eleitas foram as seguintes: Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Universidade Federal do Rio Grande (Furg), Centro de Indústrias da Cidade do Rio Grande (Cirg), Sindicato Rural do Rio Grande e Câmara de Comércio.Durante a audiência, cada entidade teve três minutos para justificar as razões pelas quais deveriam ser eleitas; após o término dos pronunciamentos, foi dado início à votação que formou o Conselho. Além das entidades eleitas, também se candidataram como sociedade civil organizada a Associação Comunitária de Amigos e Moradores do Bolaxa (ACAMBo), o Núcleo de Educação e Monitoramento Ambiental (Nema), a Câmara dos Dirigentes Lojistas do Rio Grande (CDL), a Sociedade de Engenheiros e Arquitetos do Rio Grande (Searg) e o Country Club.Para concorrer às vagas direcionadas aos órgãos públicos, apenas o ICMBio e a Universidade Federal do Rio Grande tiveram interesse em se candidatar. Conforme edital, as entidades e órgãos eleitos tem 10 dias úteis para indicar os nomes dos representantes titulares que irão compor o conselho, bem como seus respectivos suplentes.Última área preservada da zona urbana do Rio GrandeA APA da Lagoa Verde é formada por 510 hectares de marismas, banhados, paleodunas, lagoa, arroios e mata nativa, que abrigam espécies de destacada importância ecológica, sendo algumas delas ameaçadas de extinção