Câmara de Comércio sediará próxima reunião do PGQP

10/05/2016

 Câmara de Comércio sediará próxima reunião do PGQP

O Programa Gaúcho de Qualidade e Produtividade (PGQP), que vem obtendo resultados positivos em todo o Rio Grande do Sul, está buscando fechar uma turma em Rio Grande, que integra o Comitê Zona Sul, um dos 37 comitês regionais existentes no estado. Para tratar do assunto, o presidente do Comitê Zona Sul, Fernando Estima, que também é secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Pelotas, compareceu na reunião de diretoria da Câmara de Comércio, realizada no final da tarde desta última segunda-feira, 9. Ele esteve acompanhado do vice-presidente do Comitê, o Capitão-de-Fragata Márcio Silva, que também é diretor do Centro de Intendência da Marinha em Rio Grande. Estima informou que a Prefeitura de Pelotas está participando do PGQP para discutir melhorias de gestão. Exemplificou que “nossa Junta Comercial passou a integrar o sistema e aumentamos de 100 para 600 atendimentos/mês, inclusive fazendo análises para a região que antes eram feitas em Porto Alegre”. Ele propôs “uma parceria institucional com a Câmara de Comércio, que tem credibilidade para ancorar o programa em Rio Grande, fazer um chamamento aos seus associados e às empresas locais”. O Capitão-de-Fragata Márcio Silva salientou que “o PGQP é uma ferramenta que pode ser muito útil, principalmente na conjuntura que nos encontramos. Os processos que realizamos na Marinha estão evoluindo em função dessa prática de gestão. Aqui em Rio Grande temos a Unimed Litoral Sul há bastante tempo nessa caminhada. O SESC de Rio Grande ano passado foi Troféu Ouro, só batido pelo Troféu Diamante, e contamos com a participação do advogado Arthur Baptista, Hotel Swan e Renato Macedo, do Grupo Partage”. O analista Luis Luzzardi explicou que “a Unimed Litoral Sul aplica o programa há mais de 8 anos. Buscamos a melhoria de gestão e os resultados são altamente positivos”. Acrescentou que aquela cooperativa médica está, inclusive, recomendando aos seus fornecedores e terceirizados a participação no programa “para que acompanhem essa evolução”. Participação das empresas locais O presidente da Câmara de Comércio, Torquato Ribeiro Pontes Netto, disse que o Programa Gaúcho de Qualidade e Produtividade “vem ao encontro dos anseios dos empresários em terem suas empresas com uma gestão adequada. Temos interesse em levar essa importante ferramenta ao conhecimento de nossos associados e das empresas locais”. Ele colocou as dependências da entidade à disposição para sediarem a próxima reunião mensal regional do PGQP, em data a ser definida, O Programa Gaúcho de Qualidade e Produtividade atinge micros e pequenas empresas a custo zero. No Rio Grande do Sul são mais de 15 mil agentes multiplicadores e mais de 100 entidades envolvidas. Iniciou em 1993 com 207 empresas e hoje mais de 11 mil empresas gaúchas participam nos 37 comitês regionais.   Por Ique de la Rocha