Corede Sul colheu dados para o diagnóstico da região

02/08/2016

Conforme o previsto, aconteceu na manhã desta segunda-feira, 1º de agosto, uma discussão sobre as potencialidades, limitações e desafios ao desenvolvimento regional. A iniciativa foi da Coordenação do Plano Estratégico de Desenvolvimento da Região Sul do Corede Sul e aconteceu no auditório da Câmara de Comércio, aberto à comunidade.  A coordenadora do Corede Sul, Roselani da Silva, explicou que a ideia era estimular os presentes a um exercício para apontamento das oportunidades, ameaças, fortaleza e fraquezas da região no que diz respeito aos setores econômico, social, estrutural e institucional. As informações colhidas servirão para formar um diagnóstico da região. Após ouvidos os 28 Coredes do estado será realizada a atualização do Plano Estadual de Desenvolvimento. “A partir do ano que vem só poderão constar da Consulta Popular as demandas que estiverem nesse projeto. Por isso precisamos ter claro o que é comum para a região”, disse ela. O consultor João Carlos Madail coordenou os trabalhos e diversas questões foram levantadas, como as oportunidades do setor de energia, os pontos fortes do município, como o porto, Distrito Industrial e a FURG, ameaças como a falta de força política externa e fraquezas como a desunião política da região. À tarde o Corede Sul realiza reunião idêntica em São José do Norte. Roselani Silva ficou satisfeita com a reunião. “Foi muito proveitosa e faltou tempo para colhermos muitas das ideias apresentadas”, concluiu.